Mais desafios da tradução

 

Ser tradutor não é fácil!

Lemos em Curiosidades Linguísticas sobre as 7 palavras estrangeiras (quase) intraduzíveis. Vamos aprender agora sobre alguns outros termos que dificultam muito a vida dos tradutores. Notem como quase todos os termos são relacionados a sentimentos – somos seres bem complexos, não é mesmo? Até se consegue explicar o sentimento, mas não é fácil achar uma palavra que resuma tudo – nem sempre é possível expressar certas emoções de forma simples em outras línguas.

Essa é uma lista das dez palavras mais difíceis de traduzir, retiradas de uma pesquisa elaborada por uma agência de tradução em 2004. Já sabemos o que é ilunga, e saudade está aqui também!

Artigo escrito por André Santoro para a revista Superinteressante de agosto de 2004.

O inferno dos tradutores

Sabe aquela história de que é complicadíssimo traduzir a palavra “saudade” ? É verdade. Uma empresa britânica, a Today Translations, entrevistou tradutores e lingüistas de vários países e chegou a um ranking das palavras mais intraduzíveis do mundo. Algumas são problemáticas porque representam conceitos de épocas ou lugares específicos. Outras porque têm vários significados. Como o inglês foi usado como língua de referência, nenhuma palavra desse idioma entrou na lista final. A representante do português ficou em sétimo lugar. Confira os verbetes que tiram o sono dos intérpretes.

Dez palavrões daqueles…
Os mais intraduzíveis do mundo

I. Ilunga

Idioma: /Tshiluba/ (dialeto banto falado no Congo e no Zaire)

Definição: Pessoa que perdoa um abuso pela primeira vez, tolera na segunda, mas nunca na terceira. Parece que os africanos que falam esse idioma são pacientes… Mas não abuse!

II. Shlimazl

Idioma: /Iídiche/ (língua falada por alguns judeus da Europa central e oriental)

Definição: Seu cachorro é atropelado, o pneu do carro fura a caminho do trabalho e, chegando lá, você é demitido. No mesmo dia, recebe o diagnóstico de uma doença incurável. Pessoas assim com azar crônico, são shlimazl.

III. Radiouskacz

Idioma: /Polonês/

Definição: Essa é de arreiar os dicionaristas. A palavrinha, hoje quase extinta, servia para nomear as pessoas que trabalhavam como telegrafistas nos países que faziam parte do bloco soviético da antiga Cortina de Ferro.

IV. Naa

Idioma: /Japonês/

Definição: A expressão, usada apenas na região de Kensai, no Japão, tem dois significados. Ela serve tanto para enfatizar alguma afirmação como para concordar com o que alguém está dizendo.

V. Altahman

Idioma: /Árabe/

Definição: Se você é um shlimazl (em iídiche), é bem provável que padeça de altahman (em árabe), um tipo de tristeza profunda misturada com problemas em excesso e depressão constante. Uma palavra para não deixar psiquiatra nenhum morrer de fome.

VI. Gezellig

Idioma: /Alemão/

Definição: Pode ser usado para qualificar um estado de espírito relaxado ou um ambiente confortável. Na hora de traduzir a palavra para o inglês, a empresa que fez a pesquisa usou uma frase como exemplo: “Ei, por que você tem tanta pressa de chegar a algum lugar o tempo todo? Por que você não relaxa, tira o seu casaco e sossega um pouco?” Quem segue o conselho vira um gezellig.

VII. Saudade

Idioma: /Português/

Definição: Quer saber como os ingleses traduzem a nossa representante na lista? “Pegue nostalgia, desejo intenso, tristeza e afeto, misture tudo, adicione açúcar, sal e uma dose de cachaça, tudo isso enquanto ouve um samba.” Chegaram perto, hein?

VIII. Selathirupavar

Idioma: /Tamil/ (falado no sul da Índia)

Definição: Um tipo de viadagem que inclui a ausência, principalmente quando uma pessoa decide, por conta própria, não ir para algum lugar onde estava sendo esperado.

IX. Pochemuchka

Idioma: /Russo/

Definição: Parece que os tagarelas russos são realmente inoportunos. Tanto que eles inventaram uma palavra que serve para denominar aquelas pessoas que fazem perguntas em excesso. Crianças que querem saber o porque de tudo fazem parte dessa categoria.

X. Klloshar

Idioma: /Albanês/

Definição: Apesar de estar no último lugar, essa palavra é a campeã dos múltiplos significados. Ela quer dizer perdedor ou alguém que não consegue fazer nada direito. Mas também serve para denominar alguém que está sem direção e não se preocupa com ninguém. Em bom português, um mané.

Print Friendly, PDF & Email